Buccaneers derrotam Packers, conquistam a NFC e voltam ao Super Bowl após 18 anos

(Foto: Buccaneers) O Tampa Bay Buccaneers fez história na noite deste domingo (24). A equipe venceu o Green Bay Packers, em pleno Lambeau Field, por 31 a 26. Além de conquistar o título da NFC após 18 anos, os Bucs serão o primeiro time a disputar o Super Bowl em casa.

Agora, o time do técnico Bruce Arians e do quarterback Tom Brady encara os atuais campeões, Kansas City Chiefs, que bateram o Buffalo Bills na final da AFC. O Super Bowl LV, o décimo de Brady na carreira (o jogador com mais aparições), será realizado no Raymond James Stadium, em Tampa, na Flórida.

O jogo

No primeiro tempo, o ataque de Tampa foi soberano e andou bem o campo praticamente em todas as campanhas. O Vovô Brady, mesmo aos 43 anos, estava inspirado. Foram três touchdowns: dois em passes do camisa 12, para Mike Evans e Scotty Miller; um em uma corrida espetacular de 20 jardas de Leonard Fournette; todos com pontos extras bons de Ryan Succop.

A defesa dos Piratas também apareceu bem em alguns momentos, impondo pressão em Aaron Rodgers, que sentiu dificuldades para lançar a bola rapidamente. Quando foi bem protegido, achou Marquez Valdes-Scantling em um ótimo passe longo por cima da defesa e descontou. Mas, depois que Mason Crosby marcou em um fiedl goal, forçou um passe e acabou interceptado por Sean Murphy Bunting.

Na segunda etapa, o cenário mudou, mas não muito. Você vai entender. Brady começou bem, porém, caiu de rendimento abruptamente. Primeiro, passou para o TD de Cameron Bate, no entanto errou na hora de tomar decisões importantes e foi interceptado por Jaire Alexander (duas vezes) e Adrian Amos.

Já Rodgers, tentanto se recuperar, soltou o braço. Capitalizou duas vezes com passes para Robert Tonyan e Davante Adams, mas seguiu sendo sackado pela linha defensiva dos Bucs: foram 5 no total.

No fim, a defesa dos visitantes subiu o muro e impediu uma reação do adversário. Fim de jogo 31 a 26.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: