Defesa para ataque dos Giants no fim, e Buccaneers vencem fora de casa

(Foto: Buccaneers/Site Oficial) O confronto, no geral, não foi muito empolgante, mas o final do Monday Night Football desta segunda-feira (2) foi eletrizante. Segurando o ataque adversário no fim, o Tampa Bay Buccaneers venceu o New York Giants por 25 a 23.

Com a Semana 8 encerrada, os Bucs chegam à campanha 6-2 em 2020. Enquanto NY fica 1-7.

O jogo

A partida começou agitada, e melhor para o lado do time da casa no MetLife Stadium. Os Bucs até marcaram primeiro com o field goal de Ryan Succop, mas Ronald Jones II soltou a bola, e o fumble foi recuperado por Darnay Jones. Na sequência, em apenas três jogadas o ataque de NY chegou ao touchdown com Dion Lewis recebendo passe de Daniel Jones.

No segundo quarto, Wayne Gallman ampliou a vantagem dos Gigantes, que só viram o adversário pontuar outra vez com um FG antes do intervalo.

O descanso fez o duelo mudar. Carlton Davis aproveitou o vacilo de Daniel Jones e fez a interceptação. O ataque liderado por Tom Brady não conseguiu invadir a área adversária e ficou com mais um chute certo de Succop.

Demorou um pouco, mas a dupla Brady – Gronkowski funcionou bem e fez o touchdown que virou o jogo. Graham Gano colocou os Giants em vantagem novamente, mas o placar não demorou a se movimentar porque Jones foi interceptado novamente, o que resultou em Brady em campo novamente. O QB acertou um belo lançamento para Mike Evans mergulhar e garantir o TD.

A defesa forçou o ‘three and out’ do adversário, e a bola voltou para Tom Brady tentar mais uma vez. Agora, mais um field goal.

Chegou, então, a campanha decisiva para Daniel Jones e o ataque de New York. O QB dos Blues teve seu melhor momento na partida, avançou bem, salvou em duas quartas descidas e conseguiu um TD espetacular no passe para Golden Tate, no fundo da endzone. Mas a conversão de dois pontos não foi boa porque a defesa dos Bucs apareceu na hora certa. Vitória importante fora de casa.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: