Cardinals se impõe e massacra Dallas Cowboys

Um massacre aconteceu na noite desta segunda-feira (19), no Texas. O Arizona Cardinals não tomou conhecimento do Dallas Cowboys e goleou por 38 a 10, em pleno AT&T Stadium.

MAIS: Chiefs vencem Buffalo Bills fora de casa

Com esta vitória no encerramento da Semana 6 de 2020, os Cardinals chegam à campanha 4-2. Mesmo na liderança da fraca NFC Leste, os Cowboys estão 2-4 na temporada.

O jogo praticamente acabou na primeira metade. Kyler Murray comandou um ataque avassalador para cima do adversário. Foram dois touchdowns, ambos em conexões com Christian Kirk. Além dos passes, as corridas do QB deixaram a defesa perdida, mas quem anotou mais um foi Kenyan Drake.

Enquanto isso, o ataque de Dallas se resumiu a um field goal de Greg Zuerlein. A defesa de Arizona dominou totalmente, inclusive forçando dois fumbles, ambos em Ezekiel Elliott, ainda antes do intervalo.

No terceiro quarto, nada mudou. Os Cowboys não podem contar com Dak Prescott, que teve uma lesão séria e não joga mais neste ano, e a atuação de Andy Dalton mostrou que o período sem o QB será difícil. A conta não pode cair somente sobre ele – até porque o jogo terrestre foi ineficiente e a linha ofensiva pouco ajudou -, mas o Ruivão foi muito mal.

O quarterback substituto foi obrigado a arriscar durante todo o jogo, o que o fez errar muitos passes. Em dois deles, foi interceptado, um por Dre Kirkpatrick outro por Budda Baker, além de outras oportunidades em que se livrou por pouco do turnover. Somente no fim, quando já não havia esperanças, Dalton conseguiu conduzir bem o ataque e chegar ao TD no passe de Amari Cooper.

Antes disso, Murray tinha anotado um touchdown correndo, o que tirou qualquer chance de reação do Dallas Cowboys. Para fechar o caixão, Kenyan Drake correu 69 jardas para a a endzone. Fim de jogo e crise agravada na equipe da NFC Leste.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: