Alex Smith retorna aos gramados após quase dois anos

(Foto: Elijah Walter Griffin Sr./Washington Football Team) Alex Smith teve uma tarde inesquecível no FedEx Field na tarde deste domingo (11), pela Semana 5 da NFL 2020. Não porque venceu, até porque saiu derrotado para o Los Angeles Rams por 30 a 10, mas pela partida marcar seu retorno após quase dois anos de uma lesão gravíssima.

O quarterback do Washington Footbal Team entrou no fim do segundo quarto, para substituir o contundido Kyle Allen. Na partida, Smith tentou 17 passes, acertando 9, para 37 jardas. E a linha ofensiva não conseguiu o proteger bem, cedendo 6 sacks.

O desempenho, na verdade, foi só um detalhe. Há exatos 693 dias, o fã da NFL viu uma das lesões mais impactantes quando Alex quebrou a fíbula e a tíbia da sua perna direita, em confronto contra o Houston Texans.

O jogador passou por 17 cirurgias. Muitos médicos apontaram várias possibilidades horríveis para ele, entre elas o risco de perder a perna, nunca mais jogar futebol americano e até mesmo de perder a vida. Tudo isso por conta de uma infecção decorrente da lesão.

Mas o QB de 36 anos superou as dificuldades, contou com vários médicos para o ajudar, uma placa de titânio na perda e retornou, escrevendo uma bela e inspiradora história.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: