Bengals seleciona Joe Burrow na primeira escolha do Draft 2020

(Foto: Reprodução/Instagram/Bengals) O Draft 2020 começou nesta quinta-feira (21). E o Cincinnati Bengals, detentor da primeira escolha geral, foi no que todos esperavam: Joe Burrow.

Das seleções, a única posição que não saiu foi a de tight end. Mas isso já era esperado, pois a classe não apresenta grandes talentos. Em termos de trocas, o dia foi tímido.

Confira as 32 escolhas do primeiro dia de Draft da NFL 2020:

1º Cincinnati Bengals – QB Joe Burrow (LSU)

Há muito tempo não tínhamos uma escolha tão previsível. Joe Burrow, apesar de um 2018 ruim, brilhou em 2019 – lançou para 60 touchdowns – e levou o Troféu Heisman da NCCA.

2º Washington Redskins – DE Chase Young (Ohio State)

Para a maioria, o mais talentoso jogador deste recrutamento. Em três temporadas, somou impressionantes 30,5 sacks, nove fumbles forçados e oito passes defendidos.

3º Detroit Lions – CB Jeff Okudah (Ohio State)

Lateral muito rápido e que pressiona muito na saída da linha de scrimmage. Escolha muito elogiada pelos torcedores.

4º New York Giants – OT Andrew Thomas (Georgia)

Era muito provável que isso acontecesse, mas outros jogadores da linha ofensiva foram cotados. Andrew Thomas chega para proteger Daniel Jones, que sofreu 18 fumbles no ano passado.

5º Miami Dolphins – QB Tua Tagovailoa (Alabama)

 

Para a alegria de Paulo Antunes, os Golfinhos agora terão um quarterback muito promissor. Tua sempre foi desejado em Miami, mas teve problemas por conta de uma lesão no quadril. Se recuperou e, apesar de precisar ‘se soltar’ mais, mostrou que está pronto.

6º Los Angeles Chargers – QB Justin Herbert (Oregon)

Depois de Joe Burrow e Tua Tagovailoa, era o lançador preferido dos analistas. Sem Philip Rivers, que foi para o Indianapolis Colts, era a escolha esperada.

7º Carolina Panthers – DT Derrick Brown (Auburn)

Segundo pior time cedendo pontos no ano passado, precisava reforçar a defesa. Ainda mais depois de tantos desfalques. Brown pode ser uma grande ajuda na hora de parar corridas.

8º Arizona Cardinals – LB Isaiah Simmons (Clemson)

Jogador polivalente, que, pela capacidade física, já jogou em várias posições na defesa. Um canivete suíço que deve ser bem explorado pelo técnico Kliff Kingsbury e seu coordenador defensivo, Vance Joseph.

9º Jacksonville Jaguars – CB C.J. Handerson (Florida)

Tem uma ótima trajetória no College, mesmo sem números impressionantes. Teve problema com lesão, também. Mas a secundária está sendo reformulada após saídas importantes.

10º Cleveland Browns – OT Jedrick Wills (Alabama)

À procura de um tackle do lado esquerdo para proteger o ‘ponto cego’ de Baker Mayfield, os Marrons apostam no jogador que fazia parte da linha ofensiva em volta de Tua Tagovailoa.

11º New York Jets – OT Mekhi Becton (Louisville)

O lado verde de NY também quis proteger seu quarterback. O gigante Mekhi Becton deve ajudar muito essa carência.

12º Las Vegas Raiders – WR Henry Ruggs (Alabama)

Atleta muito físico e com uma velocidade muito grande. Chega para ser o principal recebedor dos Corsários.

13º Tampa Bay Buccaneers (via troca com 49ers) – OT Tristen Wirfs (Iowa)

Troca de posição aqui. Bucs recebem a 13ª e a 245º, e dão a 14º e 117º. A subida para pegar um jogador de linha ofensiva, sinceramente, não fez sentido para mim. Dificilmente os Niners selecionariam Tristen Wirfs. Mas, com um novo QB na área, os Bucaneiros investiram na proteção ao astro Tom Brady.

14º San Francisco 49ers (em troca com Bucs) – DT Javon Kinlaw (South Carolina)

Uma certa surpresa aqui. Esperava-se um recebedor, mas o técnico Kyle Shanahan ganhou um jogador para reforçar a já boa linha defensiva.

15º Denver Broncos – WR Jerry Judy (Alabama)

Jogador ótimo fazendo rotas, muda de direção muito rápido e tem muita explosão. Um dos melhores da posição disponíveis.

16º Atlanta Falcons – CB A.J. Terrell (Clemson)

Escolha não muito bem recebida pela torcida, que esperava um jogador mais ‘pronto’, como CeeDee Lamb.

17º Dallas Cowboys – WR CeeDee Lamb (Oklahoma)

E na escolha 17 saiu o terceiro do trio de melhores recebedores. A torcida pode ter muitas alegrias com esse jogador, excelente pick.

18º Miami Dolphins – OT Austin Jackson (USC)

Depois de finalmente ficar com Tua, decidiram investir na proteção. Não era o melhor disponível da posição, segundo muitos da torcida.

19º Las Vegas Raiders – CB Damon Arnette (Ohio State)

Mais uma inesperada, por conta de alguns bons talentos disponíveis. No entanto, dentre outras posições carentes para o time, lateral era uma.

20º Jacksonville Jaguars – LB K’lavon Chaisson (LSU)

Boa escolha à essa altura. Muito talentoso, com um instinto de ir atrás do QB com agressividade. Somou 6 sacks em 2019. Dois jogadores de defesa para os Jaguars.

21º Philadelphia Eagles – WR Jalen Reagor (TCU)

Aqui as Águias tentaram suprir uma carência no elenco. Talvez não tenha sido o melhor da posição disponível.

22º Minnesota Vikings – WR Justin Jefferson (LSU)

Sem Stefon Diggs, os Vikings apostaram em um novo companheiro para Adam Thielen. Bom recebedor e que também atua no slot.

23º Los Angeles Chargers (via troca com Patriots) – LB Kenneth Murray (Oklahoma)

Pela escolha 23, o New England Patriots ficam com a 37 e a 71. Posição necessitada em LA e vem um bom jogador para tapar o buraco.

24º New Orleans Saints – C Cesar Ruiz (Michigan)

Acredito que não foi o que a torcida esperava. Porém, todos os times tentam proteger seu QB com um bom jogador de linha ofensiva.

25º San Francisco 49ers (via troca com Vikings) – WR Brandon Aiyuk (Arizona State)

Na troca, os Vikings recebem as picks 31, 117 e 176. Agora, sim, os Niners pegaram um recebedor. Sinto que era melhor ter feito isso na 13.

26º Green Bay Packers (via troca com Dolphins) – QB Jordan Love (Utah State)

Olha aí, surpreendente. A torcida esperava algum recebedor, mas a franquia já pensa no futuro. Um talento a ser lapidado para substituir Aaron Rogers.

27º Seattle Seahawks – LB Jordyn Brooks (Texas Tech)

Escolha bem controversa. Não era uma necessidade do time, que escolheu dois LBs no ano passado.

28º Baltimore Ravens – LB Patrick Queen (LSU)

Jogador para o futuro, não era unanimidade – longe disso. Físico e com potencial de liderança, mas teve muita gente que não gostou.

29º Tennesse Titans – OT Isaiah Wilson (Georgia)

Com a saída de peças na linha ofensiva, os Titans foi atrás de um reforço que bloqueia muito bem e é veloz, mesmo com um peso elevado.

30º Miami Dolphins – CB Noah Igbinoghene (Auburn)

Na terceira escolha da noite, os Golfinhos mudaram o lado da bola. Mas a seleção poderia ter sido melhor executada.

31º Minnesota Vikings – DB Jeff Gladney (em troca com 49ers)

Jogador rápido, que pressiona bem quando posicionado mais perto da linha de scrimmage.

32º Kansas City Chiefs – RB Clyde Edwards-Helaire (LSU)

O atual campeão da NFL foi na necessidade e pegou o primeiro corredor do dia. Pouco esperado pela maioria, o baixinho é forte e tem uma explosão grande.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: