49ers massacra no primeiro tempo, vence Packers e vai ao Super Bowl LIV

(Foto: San Francisco 49ers/Site) O San Francisco 49ers começou a final da NFC a mil por hora e venceu o Green Bay Packers por 37 a 20, na noite deste domingo (19). Com grande atuação do corredor Raheem Mostert, a equipe não teve dificuldades para bater o rival no Levi’s Stadium e levar o título da Conferência Nacional.

Mais que isso, os Niners vão em busca do sexto título de Super Bowl, na edição LIV, no dia 2 de fevereiro. O adversário será o Kansas City Chiefs, que venceu o Tennessee Titans na final da AFC.

O jogo

Antes do intervalo, quase todas as posses de bola dos Niners terminaram em pontuações. Na primeira que foi finalizada com touchdown, o ataque avançou 89 jardas em apenas 3 minutos. O nome da noite começou a aparecer: Raheem Mostert ganhou 36 jardas com uma corrida que só parou na endzone.

Após o field goal de Robbie Gould ampliar a vantagem, outra campanha rápida de San Francisco se encerrou com Mostert invadindo a área dos visitantes. Perdido no jogo, Aaron Rodgers sofreu fumble, dando a bola de presente.

O momento era todo dos Niners, que marcou mais um field goal, interceptou Rodgers com Emmanuel Moseley e anotou outro TD, de novo com Mostert, o artilheiro da partida. Tudo isso antes do intervalo: 27 a 0.

O ritmo na segunda metade do duelo mudou. Precisando de uma virada espetacular, os Packers arriscaram tudo. Conseguiram dois TDs, com Davante Adams (passe de Aaron Rodgers) e Aaron Jones (corrida) – tentativa de converter dois pontos não deu certo aqui. Entre os dois drives, quem marcou de novo? Raheem Mostert, 34 a 13 ao fim do terceiro quarto.

Nos minutos finais, os cabeças de queijo ainda alimentaram uma esperança ao verem Rodgers liderar uma bela campanha que terminou no TD de Jace Sternberger, deixando a desvantagem em duas posses. No entanto, para acabar com as chances de uma virada, Garoppolo conduziu o drive até uma distância que Robbie Gould conseguiu colocar lá dentro.

A jogada derradeira foi um passe longo de Rodgers, no desespero, que acabou com a interceptação de Richard Sherman. Niners no Super Bowl LIV!

 

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: