Packers segura reação do Seahawks, vence e vai à final da NFC

(Foto: Evan Siegle/Packers) Um jogo dramático encerrou o Divisional Round da NFL 2019 neste domingo (12). Com um grande primeiro tempo, o Green Bay Packers construiu sua vantagem e, mesmo ao ver o Seattle Seahawks encostando no placar, conseguiu se segurar e vencer por 28 a 23.

Com o triunfo, a final da NFC está decidida: San Francisco 49ers x Green Bay Packers. Do outro lado da corrida pelo Super Bowl, na AFC, o Kansas City Chiefs recebe o Tennessee Titans.

O jogo

Davante Adams começou mostrando que a dupla com Aaron Rodgers estava afiada. No passe de 20 jardas do QB, o recebedor anotou o touchdown inaugural. Seattle descontou com um field goal de Jason Myers.

Outro que foi importante na temporada regular, o corredor Aaron Jones carregou a bola na linha de uma jarda para o TD. Depois, mais entrada na endzone com Jones para fechar o segundo quarto com 21 a 3 no placar.

Russell Wilson e sua trupe resolveu, então, acordar. O quarterback tinha dificuldades para sair da pressão adversária, mas o ataque equilibrou bem com corridas firmes. Marshawn Lynch pegou a bola na “cara do gol” e diminuiu a desvantagem.

Para dificultar as coisas para os visitantes, Adams apareceu novamente em outro belo lançamento de Rodgers para marcar mais um. Ainda no terceiro quarto, Tyler Lockett marcou para as Águias.

O placar parecia controlado, mas os Hawks começaram a chegar perto quando os Packers olhavam no retrovisor. Lynch fez sua especialidade de novo e entrou na grande área na linha de uma jarda – a conversão de dois pontos não deu certo.

A Green Bay restava gastar o relógio e para isso eram necessárias primeiras descidas. A primeira foi conquistada em uma corrida improvisada de Rodgers. Depois, Aaron soltou o braço no meio para Jimmy Graham, que caiu na linha do first down. A arbitragem revisou o lance e alegou não ter evidências claras para reverter a chamada, que foi muito contestada por Pete Carroll – e, realmente, as imagens dão a entender que não foi FD, o que daria uma última esperança ao adversário.

Porém, nada puderam fazer. Fim de jogo com vitória dos cabeças de queijo.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: