Silverhawks “ressurge das cinzas” e conquista BFA Feminina sobre Castores

(Foto: Rodrigo Dornelles/Caçadores de Jardas) Por Caio Souza: O Sul do País foi a última parada da BFA Feminina, no Croco Stadium. A equipe da casa, Curitiba Silverhawks conseguiu uma virada fantásticas em cima das cariocas do Bangu Castores, que venciam durante toda partida. As meninas de Curitiba, levantam a primeira edição do campeonato nacional, por 21 a 20.

A equipe que levou o estadual, fez uma campanha invicta no nacional. Com um ataque empolgante no jogo aéreo, tendo como líder a Quarterback, Ester Alencar e um corpo de recebedoras decisivas.

Na temporada regular, Silverhawks lançou para 636 em jardas aéreas, 556 terrestre, totalizando 1.192, não sofrendo nenhuma interceptação.

O jogo

Na primeira chamada da decisão, a Running back Mari “Man” carregou a bola por 51 jardas e deixou toda defesa na saudade para abrir o placar, 0 a 6.

Com uma frieza no ataque, o Bangu Castores conseguiram o terceiro TDs. A MVP da final, Mari “Man” fez uma recepção tranquila com passe de Larissa Giustti,  sendo convertido os dois pontos, 0 a 14.

Mari “Man” era o nome da final. A jogadora atuou na defesa para interceptar pela primeira vez Ester Lustosa. A própria camisa 32, ampliou a vantagem de Bangu, 0 a 20.

O time curitibano mostrou toda experiência para não se abater com o placar reverso em sua casa. Ester lançou de imediato Suzane Lustosa, que diminuiu o placar, 7 a 20.

Aproveitando o momento que desencantou no ataque, o time anotou um TD terrestre. Silverhawks fez o improvável nos minutos finais, Ester foi fria para anotar o touchdown de empate. Com o título nos pés, Jo Bertoja chutou o XP virando o placar, 21 a 20, e sacramentando a taça.

Confira a partida:

%d blogueiros gostam disto: