CBFA apresenta uniformes da seleção Brasil Onças

Por Caio Souza, na Bela Vista- SP – A Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA) promoveu uma coletiva de imprensa para apresentar os novos uniformes da seleção masculina e feminina de FA. Com presença de jornalistas e fotógrafos, o evento realizado na Bela Vista -SP, também proveu discussões sobre o avanço do esporte no Brasil. 

Com três uniformes: Verde/amarelo, azul e branco, Brasil Onças masculino e feminina terão uniformes mais leves, com entradas para melhor transpiração para os atletas e detalhes de onças na lateral das Jersey. As camisas para comissão técnica terão gorro, sem manga e tecido fino. 

Para apresentar os uniformes, a CBFA utilizou como modelos os atletas da Portuguesa FA, Branco e Domingues. Representando a seleção feminina, Andressa Hotsumi, Running back da Lusa. 

O rendimento físico e técnico foi o principal assunto abordado na coletiva de imprensa. O coordenador ofensivo da Lusa e Coach de Quarterback na seleção feminina, Victor Dutra, deu enfase para um atleta ser convocado e permanecer na seleção. ” O jogador precisa ter um ótimo físico para jogar FA. Só que para vestir a camisa do Brasil Onças é necessário técnica acima dos demais jogadores.  Físico é um meio, o atleta precisa querer fazer parte da seleção, não jogar apenas uns snaps”, explicou o coach. 

Ao lado do Coach na coletiva, Finex, Running back do São Paulo Storm abordou sua visão sobre o aumento da cobertura da mídia televisiva nos jogos da próxima temporada. “É ótimo ver os jogos sendo transmitidos na TV aberta e fechada. Mas quando o jogador entra em campo não deve pensar na sua imagem, mas sim, contribuir com o time. Muitos jogadores acabam se distraindo com torcida e câmeras, esquecendo de focar no jogo”, pontuou Finex. 

O atual presidente da CBFA, Ítalo Mingoni, pontuou o empenho de todos para o FABR torna-se mais conhecido entre os brasileiros. “Nós que somos aqueles chatos que ficam falando de FABR para os amigos precismos continuar, como se fosse uma religião. Muitas vezes ficamos presos em nossas redes sociais, o que transmite uma ideia que o FABR é muito conhecido, mas não é assim. Muitos fãs da NFL, por exemplo, não conhecem o FA nacional, precisamos acalçar esse público”, finalizou o presidente. 

Confira fotos do evento:

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: