Steelers leva susto no início, se recupera e vence Dolphins

(Foto: Steelers/Instagram) O Pittsburgh Steelers deu um grande susto no seu torcedor, mas conseguiu vencer o saco de pancadas da NFL até aqui, o Miami Dolphins, por 27 a 14. Na noite desta segunda-feira (28), as equipes se enfrentaram no Heiz Field, no encerramento da oitava rodada da temporada 2019.

O triunfo faz Pitts seguir sonhando com uma classificação ao mata-mata, com campanha 3-4. Já os Golfinhos seguem sem vitórias no ano, com sete derrotas.

O jogo

Todas as apostas, em qualquer jogo nessa temporada, vão ser contra Miami. O time parece realmente estar em ritmo de ‘tankar’ (não se esforçar ao máximo, a fim de ficar com as últimas colocações e uma posição boa no Draft do próximo ano). Por isso, um início avassalador deixou a todos surpresos.

Xavier Howard conseguiu uma interceptação para cima de Mason Rudolph na primeira campanha do Steelers. Ryan Fitzpatrick entrou em campo e, com poucas jogadas, chegou ao touchdown passando para Albert Wilson. Depois, no fim do primeiro quarto, Allen Hurns também deixou o seu, com mais um lançamento de Fitz.

Mas a festa acabou aí. Chris Boswell acertou o field goal dos três primeiros pontos para os donos da casa. Rudolph achou um belo passe para Diontae Johson diminuir a desvantagem antes do intervalo.

A segunda metade começou com Boswell errando um FG muito longo. Mas Minkah Fitzpatrick (ex-Dolphins) conseguiu sua segunta interceptação. Com a bola, o ataque liderado por Rudolph e ótimas corridas de James Conner terminou na endzone com JuJu Smith-Schuster.

JuJu continuou brilhando com recepções importantes, mas foi Conner quem cruzou a linha de gol fazendo o placar ficar 24 a 14, praticamente acabando com o abatido Dolphins.

Para finalizar, TJ Watt tomou a bola das mãos de Fitzpatrick após um sack, e Boswell colocou números finais na partida com um chute certeiro no Y.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: