Steamrollers bate Challengers e respira na BFA Elite

Texto e foto por Caio Souza, no Centro de Treinamento Touchdown, SP – Com o risco eminente de sofrer o seu primeiro rebaixamento na história do FABR, o Corinthians Steamrollers manteve a invencibilidade sobre o rival Challengers FA, vencendo por 28 a 12, e se afastou do perigo na BFA Elite.

Criticado por sofrer interceptações decisivas nos últimos jogos, o Quaterback norte americano, Lee, liderou o time do Parque São Jorge para sua primeira vitória no nacional no último sábado (5). Já o Challengers FA, observa a classificação para os playoffs ficar distante após ser derrotado. 

O jogo

Logo nas primeiras campanhas, Lee soube acionar passes curtos e rápidos, que foi o bastante para chegar em zona de touchdown. Faltando uma jarda para o TD, Lee usou o “quarterback sneak” para abrir o placar, 7 a 0. 

Bastante atleticismo e velocidade, Miguel Mendonça (QB), deixou dois marcadores na saudade e anotou o primeiro touchdown do Challengers no jogo, 7 a 6. O Kicker de Ribeirão Preto errou o XP.

Com ambos os times lutando pelo seu objetivo na tabela, a partida ficou mais pegada e com um excesso de falta. Isso deixou o ataque alvinegro longe da Red zone, precisando do chute de longa distância do KC, Emerson Santos, que tirou tinta do travessão. 

Após o intervalo, Lee anotou mais um TD. Desta vez, aproveitando os espaços cedidos pela defesa do Challengers, 14 a 6. Só que na campanha seguinte, os rinocerontes conectaram um passe de W. Silva para Romualdo, que se jogou na End zone, 14 a 12. 

A partida seguia com um equilíbrio entre ataque e defesa, mas no primeiro espaço cedido pela defesa do Challengers FA, Guilherme Carioca disparou para grande área e ampliou a vantagem do timão, 21 a 12.   

Os rinocerontes de Ribeirão Preto não perderam a disposição e forçaram dois fumbles na partida. No momento que o jogo parecia crescer para os visitantes, Ferrari disparou, quebrou tackles e pulou para a terra prometida, 28 a 12. 

Entrevista com Wide receiver, Rodrigo Brown

Não foi uma semana fácil no Parque São Jorge. Atletas ficaram desanimados com o momento do time, mas Rodrigo Brown exalta a participação dos veteranos da equipe para mudar esse cenário. “Alguns jogadores pensaram em desistir. Só que os veteranos mudaram esse pensamento, o (Ricardo) Trigo (Presidente do Steam) não conseguiu dormir direito e ficamos trocando mensagens sobre o jogo. A semana inteira foi de assistir vídeos e fazer reuniões, entramos com pensamento de 0 a 0 nessa partida”, explicou o camisa 82. 

Além da parte interna, a equipe precisou aguentar brincadeiras e memes na internet. Mas a fala: “rebaixar o Steam tem sim um gostinho especial”, vinda de Chico Araújo, head coach do Challengers FA, Deixou Brown incomodado. “Não fomos para final da SPFL a toa, mesmo não apresentando um bom desempenho na final. Independente desse fator, eles (Elenco do Challengers FA), pensaram que por não estarmos vencendo na BFA poderiam dizer isso. Porém, esqueceram de lembrar que o Challengers nunca ganhou do Corinthians e hoje não foi diferente. Eles pagaram com a própria língua”, finalizou Rodrigo Brown.

%d blogueiros gostam disto: