Portuguesa FA atropela Storm e segue invicta na BFA 2019

Por Caio Souza, no Centro de Treinamento Touchdown Homenagens ao ídolo do São Paulo Storm, Montanha (45), que faleceu nesta semana marcaram o confronto paulista na BFA 2019. A Portuguesa FA somou a terceira vitória seguida, com o placar de 42 a 0 sobre o rival Storm.

Com jogo aéreo afiado, os lusitanos precisaram apenas do primeiro tempo para garantir o triunfo. Em mais uma partida, a dobradinha Catullo e Domingues fez a diferença para o sucesso ofensivo.

Jogadores do Storm fizeram homenagem a atleta que faleceu durante a semana (Foto: Caio Souza/NFL à Brasileira)

O jogo

Com o ataque indo para chamadas rápidas, a Lusa chegou na grande aérea através do Running back Branco, que precisou esticar-se para abrir o placar. 

A forte defesa rubro-verde não facilitava as ações do Storm. Os visitantes marcaram o segundo TD, em dobradinha de Catullo e Domingues, 0 a 14. 

Próximo do segundo quarto, o Running back Alan Giamas precisou ser conduzido para o hospital de ambulância após uma lesão. Segundo informações, o corredor fraturou o osso da tíbia e ficará fora por alguns meses. 

Com a ambulância de volta ao CTT, o Storm perdeu um FG com o Kicker, Mura. A defesa da casa contribui para mais um TD do time lusitano com Francês quebrando tackles, 0 a 21.

A dobradinha Catullo e Domingues frequentou em duas oportunidades a End zone. Em ambos os lances, o passe foi longo e com Domingues no terceiro TD fazendo pose para foto, 0 a 35.

O elenco lusitano forçou mais dois fumbles, antes do touchdown do experiente Paulinho, que fechou o placar de 0 a 42. 

Entrevista com recebedor Domingues

Pela segunda partida Domingues foi eleito o melhor jogador. O camisa 8 explica o modo de estudo detalhado antes do confronto. “Viemos de três finais de semana de muito empenho nos treinos. Particularmente, eu busquei uma preparação maior para esse jogo estudando o marcador que iria enfrentar. Confesso que não existe segredo, apenas estudo e empenho”, explicou o recebedor. 

Na competição a Lusa é fatal no primeiro tempo. Mas no último quarto acaba “perdendo o folego”, Domingues fala para mudar esse cenário. ” Contra Flamengo Imperadores e Corinthians Steamrollers não finalizamos o último período, mas isso não pode acontecer. Precisamos começar e terminar o jogo com o mesmo desempenho. Ao contrário dos demais times, a Lusa ficou seis meses não tendo jogo oficial e estamos corrigindo os erros e crescendo na BFA 2019″, finalizou Domingues.

 

%d blogueiros gostam disto: