Broncos vence Falcons no ‘Jogo Hall da Fama’

A NFL está de volta. Pelo menos, deu para matar um pouco da saudade com o confronto entre Denver Broncos e Atlanta Falcons, nesta quinta-feira (1), pelo ‘Jogo Hall da Fama’, a abertura da pré-temporada 2019, em Canton, Ohio.

A partida, é claro, não chegou perto da intensidade de um ‘jogo valendo’. O placar ficou em 14 a 10 para Denver.

O jogo foi cheio de gente desconhecida pelo grande público. Como de costume na pré-temporada, ainda mais nesse primeiro duelo, os principais astros não foram a campo.

Julio Jones, Matt Ryan, Mohamed Sanu, Devonta Freeman, Calvin Ridley, todos ausentes pelo lado de Atlanta. Joe Flacco, Bradley Chubb e Von Miller também não deram as caras.

Para o torcedor do Broncos, deu para ver um jogador que pode ser o futuro da franquia. O QB Drew Lock, escolhido na segunda rodada do Draft deste ano, esteve em campo em alguns snaps. Não fez lá muita coisa, mas arriscou nove passes, acertando cinco para 23 jardas, além de uma corrida de seis jardas.

Mas o touchdown que inaugurou a noite foi a corrida do jovem running back Khalfani Muhammad. O corredor foi o mais acionado no jogo terrestre e somou 50 jardas em 7 carregadas. Outro que marcou foi Juwann Winfree, no único passe que recebeu no jogo do QB Brett Rypien.

Já os Falcões viram Kurt Benkert, que está em seu segundo ano na NFL, comandar o ataque por um bom tempo. O lançador teve 19 passes certos de 34 tentados, com 185 jardas e o touchdown passado para Brian Hill. Com as pernas teve uma carregada longa, de 17 jardas. O experiente Giorgio Tavecchio acertou um field goal e errou outro.

Hall da Fama

Antes do jogo, vários ex-atletas da NFL foram homenageados entrando para o Hall of Fame da liga. Pat Bowlen, dono dos Broncos, Champ Bailey, que fez história em Denver, Tony Gonzalez, lenda da NFL que jogou em Atlanta e nos Chiefs, foram incluídos no seleto grupo.

Outros nomes que estão na classe desse ano são Gil Brandt, Ty Law, Kevin Mawae, Ed Reed e Johnny Robinson.

Foto: Denver Broncos

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: