BFA Elite: Portuguesa FA domina rival Steamrollers e permanece invicta

Por Caio Souza, no Estádio do Canindé – SP- A navegação Lusitana mais uma vez mostrou sua força contra o Corinthians Steamrolles, no clássico paulista, na manhã deste sábado (27). A Portuguesa FA conquistou sua segunda vitória na BFA Elite, após bater o Steamrollers, por 38 a 20. 

O triunfo da Lusa veio graças ao belo desempenho do ataque e defesa no primeiro tempo, que fez o time ficar um pouco relaxada no restante da partida.

O jogo

A Lusa iniciou com todo vapor. Logo no Kickoff, o running back Branco Meneses avançou no lado direito do time especial alvinegro e conseguiu uma posição favorável no ataque. Não demorou muito para o Wide receiver Guilherme Jesus adentrar a End zone e abrir o placar, 7 a 0.

No mesmo ritmo, o Steamrollers fez bom uso do jogo aéreo com o Quarterback Lee, que lançava passa rápidos. Porém, o defensor da Lusa Umbelino interceptou o norte-americano.

A Lusa também investia em passes rápidos, mas com o jogo terrestre auxiliando para mover as correntes. No segundo drive dos Lusitanos, a equipe foi para o segundo TD, com a conexão de Catullo e Seya no miolo da End zone, 14 a 0.  Neste momento, Henrique Bigode fez um belo catch resistindo ao tackle e disparando com folga para terra prometida, 21 a 0.

O timão estava com alguns jogadores sentindo cansaço muscular pela final recente do Paulista. Só que a Lusa não parava seu ataque por nada. Desta vez, o melhor jogador da semana 1 entrou em cena. Branco deixou seus marcadores no chão e ampliou o placar antes do intervalo, 28 a 0.

Mesmo com o forte calor e larga vantagem do adversário. Corinthians não desistiu e, com o Wide Receiver, Alan, fazendo um espetacular recepção na linha da grande aérea, o time diminuiu o placar, 28 a 7.

A partida ficou mais acirrada, muito pelo forte calor na capital. Porém uma grata surpresa para o torcedor rubro-verde aconteceu. Recuperado de uma concussão sofrida contra o Flamengo Imperadores, na primeira rodada, o recebedor Domingues usou sua força e explosão quebrando tackles e indo para anotar o seu TD e comemorar com o elenco ofensivo, 35 a 7.

Sem mostrar nenhuma fraqueza, o Steam efetuou uma interceptação e um fumble na sequência, que resultou nos TDs de V. Oliveira e G. Lima, 38 a 20. Mesmo com a luta, o resultado estava concretizado e a Lusa conseguiu sua liderança provisória no Sudeste.

Entrevista com Domingues

O ataque lusitano foi mais um vez fator principal para o triunfo dentro de casa. Um dos craques do setor explica a forma de atuar do elenco. “Tudo faz parte de um processo. A gente não vai dar um passo adiante, já que pensamos em cada adversário, o Flamengo foi um passo e hoje foi outro. Queremos chegar no final da temporada e sentir orgulho com o trabalho feito. Ainda é muito cedo, mas estamos muito bem e vamos buscar evoluir, ter uma mentalidade de campeão”, explicou o camisa 8.

Portuguesa FA x Corinthians Steamrollers, pela BFA 2019, no Estádio do Canindé (Foto: Ronaldo Barreto/NFL à Brasileira)

Em um lance que chocou quem estava no estádio ou assistiu pela internet, Domingues sofreu uma concussão na partida diante do Flamengo Imperadores. Só que no clássico estava inteiro e anotando TD. “Eu não sou médico, mas um dos sintomas da concussão é a perda da fala, eu não senti esse sintoma. Acabei caindo desacordado no lance, mas na ambulância estava consciente e na tomografia feita estava saudável. Mesmo assim, eu fiquei uma semana de repouso e participei de cinco treinos. Agora, já sinto que estou não 100%, mas 220%”, brincou o recebedor.

Na imprensa a Lusa é cotada para uma classificação tranquila para os playoffs na conferência Sudeste. Porém, Domingues não concorda com essa forma de analisar um futuro mata-mata. “Não gosto de comparar os times no papel, não importa se for jogador ou comissão técnica. Tudo é trabalho, o time se esforça muito e fizemos um processo de treino intenso, não atuando em jogos. Pode parecer excessivo a Lusa falar: ‘Estamos preparados e confiamos no processo’, mas é a verdade. O FA é um jogo de inteligência, o mais preparado e inteligente irá vencer. Não queremos ser o melhor time, mas, sim, o time inteligente”, finalizou Domingues.

 

 

 

Foto: Ronaldo Barreto/NFL À BRASILEIRA
%d blogueiros gostam disto: