Rio Preto Weilers vira sobre Ocelots FA e garante vaga na final da SPFL

Por Caio Souza, no Bruno José Daniel, em Santo André-SP – O Rio Preto Weilers precisou superar muitas adversidades para bater de virada o Ocelots FA, no placar de 35 a 13. A equipe de São José do Rio Preto engrenou no segundo quarto e garantiu sua segunda final consecutiva da SPFL.

Agora, a equipe do Weilers fica na expectativa para ver o seu adversário na final, que sai do confronto entre Corinthians Steamrollers e São Paulo Storm, neste domingo (30), às 14h, no Estádio Bruno José Daniel.

O jogo

Logo no Kickoff, o time especial do Weilers deixou a bola escapar sendo recuperado pelo Ocelots. Mesmo na Red zone, o time laranja e preto não chegou na End zone. Só que em mais um erro, desta vez no Punt, o time de Rio Preto sofreu o touchdown. Após o retornador Wilson segurar a bola mascada e disparar para abrir o placar 7 a 0.

O primeiro quarto foi um pesadelo para a equipe de Rio Preto. Não conseguindo impor o jogo ofensivo sofrendo três fumbles e com discussões na sideline, a equipe buscava focar na partida.

Na virada do período, o head coach Alexandre reuniu o elenco e passou instruções que causaram uma mudança de comportamento imediata.

Sendo carregada nas corridas do Quarterback Prajo e do Running back Megatron, o time converteu dois tochdowns para virar o placar de forma relâmpago, 14 a 7.

O roteiro da partida mudou de forma insana após o intervalo. A equipe do Ocelots parava na linha defensiva adversária, enquanto o time rio-pretense desenvolvia seu jogo ofensivo. Só que essa dificuldade do Ocelots foi superada com o TD de Belmonte, que fez uma linda recepção em cima da linha, 14 a 13. O time especial tentou uma conversão de dois pontos, mas sem êxito.

Só que foi a última pontuação sofrida pelo Weilers. Com um retorno inacreditável, o Wide Receiver Guilherme Alex, disparou para o lado direito, cruzou o campo e ampliou a vantagem para 21 a 14.

Já com o domínio nas quatro linhas e empolgação da torcida, Rio Preto soube manter o ritmo de ataque para anotar mais um TD, com o RB norte-americano Cody, que usou da sua força para quebrar dois tackles antes de se jogar na Endzone, 28 a 13.

Um pouco abatido, o ataque do Ocelots sofreu três interceptações. Os turnovers favoreceram o adversário, que não perdoou e foi para o TD pela última vez no confronto, com o atleta Tony, 35 a 13. Além do TD, o elenco proporcionou o extra-point do garoto Lucas, de 16 anos, que chutou para o meio do Y.

Com essa boa vantagem, bastou o Weilers ajoelhar na bola para cravar sua ida para grande decisão.

Entrevista com o Wide Receiver Guilherme Alex

Além de anotar um TD espetacular, Guilherme falou da mudança de comportamento da equipe durante a partida. “O time iniciou desatento e jogando contra nós. Mas a equipe se uniu e ficamos atentos depois do segundo quarto. Conseguimos acelerar nosso jogo e engrenar para sair com o triunfo”, declarou o camisa 80.

Superando esse momento conturbado, a equipe soube impor o jogo terrestre e ofensivo: “Nosso time é uma unidade. Mesmo desperdiçando três TDs, a equipe soube impor o jogo terrestre, que foi fundamental para chegarmos a final”, finalizou o recebedor.

Confira a galeria de fotos da partida:

Crédito: Caio Souza/NFL à Brasileira

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: