Dakota Allen, de ‘Last Chance U’, é selecionado pelo LA Rams no Draft

O Los Angeles Rams resolveu dar uma oportunidade ao linebacker Dakota Allen, com a 251ª escolha do Draft 2019. O que chama a atenção nessa pick é que Allen é o primeiro jogador que esteve na série-documentário Last Chance U a ser draftado na NFL.

O defensor foi um dos astros da segunda temporada do seriado, que acompanha atletas da East Mississippi Comunity College, um programa não muito balado de futebol americano.

Dakota Allen foi para EMCC após ser acusado de ter participado de um roubo quando estava em Texas Tech. O LB foi dispensado da Universidade, mas, como um dos mais talentosos do time, recebeu uma nova oportunidade na faculdade.

Após a passagem pelo Mississippi, Dakota não se envolveu mais em problemas e teve ótimas temporadas em 2017 e 2018. “Eu só me sinto muito abençoado por estar nessa posição”, disse o atleta nas redes sociais.

Outros jogadores

Um dos mais carismáticos da primeira temporada, Ronald Olie participará do minicamp do Oakland Raiders em 2019, após ser contratado como não-draftado.

No ano passado, John Franklin III fechou com o Seattle Seahawks, mas não foi aproveitado. Então, assinou com o Chicago Bears e faz parte do elenco de treino da equipe.

Nem todos foram bem

Não foram todos os atletas que conseguiram agarrar essa última chance e se tornaram profissionais. Mesmo sendo um dos mais talentosos running backs, Isaiah Wright foi acusado de participar de um homicídio e acabou preso. Atualmente, cumpre liberdade condicional.

A série

Para quem não viu, ‘Last Chance U’ mostra programas de futebol americano que tentam reabilitar jogadores que tiveram problemas em outras Universidades. Há três temporadas disponíveis na Netflix, duas retratando EMCC e uma na Independence Community College.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: