Russell Wilson renova com Seahawks e se torna o jogador mais bem pago da NFL

Os rumores de uma possível troca de Russell Wilson chegaram a assustar o torcedor do Seattle Seahawks, mas, na madrugada desta terça-feira (16), a possibilidade de sua saída acabou. O próprio jogador fez um anúncio nas redes sociais, quase às 5h (horário de Brasília).

MAIS: Earl Thomas diz que espera se aposentar no Seahawks

“Ei, Seattle, nós temos um acordo”, disse no vídeo em que aparece com a esposa, a cantoria Ciara.

Ian Rapoport, da NFL Network, informou os detalhes do contrato. O novo vínculo é de quatro anos, no valor de 140 milhões de dólares, com 107 mi garantidos. Há ainda uma cláusula que impede uma troca do jogador.

Com média de 35 milhões por ano, Wilson se torna o atleta mais bem pago na história da NFL, superando o acordo de Aaron Rodgers com o Green Bay Packers.

Russell havia colocado um prazo para a renovação sair, que seria ontem. Aos 30 anos, o camisa 3 está garantido em Seattle, no mínimo, até 2023.

Não há dúvidas que Russell Wilson é o maior ídolo da torcida. Com ele liderando o ataque, os Seahawks conseguiram 75 vitórias, 36 derrotas e 1 empate em temporadas regulares.

O quarterback foi selecionado para o Pro Bowl cinco vezes e foi campeão do primeiro Super Bowl da franquia, em 2014. No ano seguinte, chegou mais uma vez à grande final, mas foi derrotado pelo New England Patriots.

Russell tem uma média de 28 passes para touchdown por temporada, com rating de 100.3. Em 2018, fez sua parte mais uma vez, ajudando o time a ir ao mata-mata via wild card. Em 16 jogos, foram 3.448 jardas em passes, além de 35 ‘assistências’ para TD. Em corridas, conquistou 376 jardas.

No Brasil

E não só em Seattle que o lançador é ídolo. No mês passado, Wilson veio ao Brasil, ‘bateu uma bola’ na praia, aproveitou o Carnaval e visitou um time de futebol americano do Rio de Janeiro, o Sepetiba Captains.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: