Tyreek Hill é investigado por agressão ao próprio filho

O Kansas City Chiefs terá que lidar com mais um problema grave envolvendo o extra-campo de um dos principais jogadores. Nesta sexta-feira (15), a polícia abriu uma investigação para averiguar uma suposta agressão de Tyreek Hill ao próprio filho, de 3 anos.

Em comunicado oficial enviado ao Kansas City Star, a equipe se pronunciou. “O clube está ciente da investigação envolvendo Tyreek Hill. Estamos no processo de coletar informações e estamos em contato com a liga e as autoridades locais. Não temos mais o que comentar neste momento”, disse.

O próprio ‘Star’ havia divulgado a informação primeiramente. De acordo com o veículo de comunicação, a própria noiva do jogador o denunciou. Ainda foi divulgado que a criança teve o braço quebrado, segundo uma fonte do jornal.

O wide receiver já enfrentou outros problemas com a justiça. Em 2014, foi acusado de bater e tentar esganar a namorada, na época grávida de oito semanas.

Na ocasião, Hill acabou preso e demitido de Oklahoma State, onde jogava. Depois, se declarou culpado pelo crime. A pena se converteu em três anos de liberdade condicional.

Tyreek Hill, de 25 anos, foi selecionado na quinta rodada do Draft 2016. Rapidamente, se tornou um dos melhores recebedores da NFL. Com a velocidade sendo sua principal característica, teve 1.479 jardas e 12 touchdowns anotados na temporada 2018.

Não é o único

Os jogadores da NFL têm histórico de causar problemas sérios, principalmente com agressões. Os Chiefs mesmo demitiram um dos seus astros no ano passado. Kareem Hunt agrediu uma mulher em um hotel, no começo de 2018, e foi suspenso pela NFL nesta sexta-feira. O running back achou um time que o acolheu, o Cleveland Browns.

Tyreek Hill (Foto: Instagran/Hill)

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: