Saints contrata Latavius Murray e renova com Bridgewater; confira as negociações desta terça

Por Ronaldo Barreto – Assim como na última segunda-feira, esta terça-feira, 12, foi um dia bem movimentado no mercado da NFL. A janela para transferências só abre oficialmente nesta quarta (13), mas muitos times já fecharam acordos. Destaque para o New Orleans Saints, que renovou com o QB Teddy Bridgewater, contratou o RB Latavius Murray e tudo indica que irá deixar Mark Ingram livre.

Teve ainda o quase acerto de Anthony Barr com o New York Jets, mas o defensor voltou atrás e preferiu permanecer no Minnesota Vikings. O torcedor do Jets, no entanto, não ficou tão triste, pois o time fechou com o linebacker CJ Mosley, ex-Ravens.

Confira as principais negociações desta terça-feira:

Arizona Cardinals: Após quatro temporadas com o Philadelphia Eagles, o linebacker central Jordan Hicks fechou acordo com os Cardinals por quatro anos, com valor de 36 milhões de dólares. Na linha ofensiva, o guard JR Sweezy, ex-Seahawks, fechou acordo de dois anos. Mais para o final do dia, o QB Brett Hundley (Seahawks) também reforçou a equipe.

Atlanta Falcons: O time preferiu reforçar o miolo da linha ofensiva, com dois guards. Jamon Brown veio do New York Giants e James Carpenter, do New York Jets. Valores não revelados.

Bufallo Bills: A franquia apostou em dois bons recebedores. John Brown (ex-Ravens) chega por 27 milhões de dólares em três anos de vínculo; Cole Beasley (ex-Cowboys) fechou acordo mais longo, de quatro anos, por 29 milhões. Além do grupo de recebedores, o time reforçou a linha ofensiva com o tackle Ty Nsekhe, ex-Redskins, em um contrato de 14,5 milhões de dólares por dois anos, e com o guard Jon Feliciano, ex-Raiders.

Carolina Panthers: O QB reserva Taylor Heinicke renovou contrato com o time. Mas o principal nome do dia foi o center Matt Paradis, que fechou contrato de três anos por 27 milhões de dólares. O jogador chega para substituir o ídolo Ryan Kalil, que se aposentou.

Chicago Bears: A equipe acertou contrato de dois anos, por 10 milhões de dólares, com o wide receiver Cordarelle Patterson, ex-Patriots.

Cleveland Bronws: A equipe dispensou o TE Darren Fells no sábado, mas já entrou no mercado para contratar, também. Os Marrons acertaram com o DT Sheldon Richardson, ex-Vikings, um contrato de três anos por 36 milhões de dólares. Então, chegamos ao grande negócio do dia: Odell Beckham Jr. acertou com os Browns, em uma troca com o Giants.

Detroit Lions: Depois de um dia agitado, a terça foi mais calma. Apenas a renovação de contrato do corredor Zach Zenner e a contratação do guard Oday Aboushi (Cardinals), por um ano no valor de 2 milhões de dólares.

Green Bay Packers: Nem parecia os Packers. De uma vez, o time anunciou quatro reforços: os pass rushers Za’Daius Smith (ex-Ravens) e Preston Smith (ex-redskins), o safety Adrian Amos (ex-Bears) e o guard Billy Turner (ex-Broncos). Detalhamos mais sobre eles aqui.

Houston Texans: Após perder Tyrann Mathieu, Houston foi ao mercado buscar um novo safety e contratou Tshuan Gipson, ex-Jaguars. A secundária ainda foi reforçada com o cornerback Bradley Roby, ex-Denver.

Los Angeles Chargers: Pela primeira vez na sua carreira, o veterano linebacker Thomas Davis vestirá uma camisa que não é a do Panthers. O contrato do defensor de 35 anos com o Chargers é de duas temporadas, com valor de 10,5 milhões de dólares (5,25 mi garantidos).

Thomas Davis, Carolina Panthers

Miami Dolphins: DaVante Parker renovou com os Golfinhos. O RB assinou por 2 anos, valor de 13 milhões de dólares.

Minnesota Vikings: Não teve contratação, mas teve a manutenção de Anthony Barr, que quase saiu para o Jets. O OLB chegou a acertar o contrato, mas voltou atrás e preferiu permanecer.

New Orleans Saints: A equipe deve mesmo deixar Mark Ingram sair. Já contando com Alvin Kamara no elenco, NO contratou outro corredor, Latavius Murray, ex-Vikings. O contrato é de quatro anos, com valor de 14,4 milhões de dólares. No entanto, a posição de QB deve continuar com três nomes. Drew Brees é o titular, mas a equipe renovou com o reserva Teddy Bridgewater. Ainda contam com o polivalente Taysom Hill.

Latavius Murray (Foto: Vikings)

New York Giants: Os Gigantes contrataram o full back fullback Eli Penny, que estava no elenco de treino da equipe no ano passado. Além dele, o long snapper Zak DeOssie, segundo com mais jogos pelo time no atual roster, renovou por um ano. O reforço, mesmo, fica pela chegada do veterano safety Anthony Bethea, por dois anos.

New York Jets: Anthony Barr chegou a aceitar uma proposta, mas voltou atrás e permanecerá em Minnesota. Porém, o dia para o torcedor do Jets não foi ruim. A contratação de um dos melhores linebackers centrais da NFL deve melhorar o patamar da defesa: CJ Mosley

Pittsburgh Steelers: A franquia reforçou a secundária com o lateral Steven Nelson (ex-Chiefs), em um contrato de três anos no valor de 25,5 milhões.

San Francisco 49ers: Renovou com long snapper Kyle Nelson por quatro anos. Mas a grande contratação foi a chegada do outside linebacker Dee Ford, via troca para o Kansas City Chiefs. Os Niners mandaram uma escolha de segunda rodada do Draft 2020.

Tampa Bay Buccaneers: Os Piratas acertaram contrato de quatro anos com o punter Bradley Pinion, ex-49ers. Também renovou com o QB Ryan Griffin e acertou os termos com o linebacker Deone Bucannon, ex-Cardinals. A mais importante: Cairo Santos renovou por mais um ano!

Tennessee Titans: Reforçou a linha ofensiva com o guard Rodger Saffold, em um acordo de quatro anos, valendo 44 milhões de dólares. O veterano de 30 anos estava no Los Angeles Rams. O time também renovou com o OT Kevin Pamphile por um ano. O defensive Cameron Wake (ex-Dolphins), de 37 anos, acertou contrato de três anos por 25 milhões de dólares, com 10 mi garantidos

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: