New Orleans Saints e Los Angeles Rams: duelo de mentes ofensivas na final da NFC

Por Emerson Alves – New Orleans Saints e Los Angeles Rams se enfrentam neste domingo (20), às 18h05, no Mercedes-Benz Superdome, em Nova Orleans, valendo título da Conferência Nacional e uma vaga no Super Bowl LIII. O embate colocará frente a frente os dois melhores times da divisão, que vêm de grandes vitórias na rodada divisional e têm ataques brilhantes.

Os Saints foram os responsáveis por acabar com a magia de Nick Foles. Com grandes atuações de Drew Brees que lançou para 301 jardas, 2 Tds e 1 Int; e de Michael Thomas, que teve 12 recepções para 171 jardas e 1 Td, eles conseguiram virar o placar após um começo ruim de jogo. Graças a uma interceptação fatal nos minutos finais da partida de Marshon Lattimore, puderam comemorar uma vitória difícil contra o Philadelphia Eagles.

Já os Rams contaram com ótimas performances de sua dupla de Running Backs, Todd Gurley que teve 115 jardas e 1 Td, e CJ Anderson que contribuiu com 123 jardas e 2 Tds para vencer o forte Dallas Cowboys. Ambos capitalizaram todos os Touchdowns marcados por Los Angeles na partida. Porém o diferencial dessa vitória foi a defesa, que conseguiu limitar Ezekiel Elliott a apenas 47 jardas em 20 carregadas e pode ajudar o seu sempre forte ataque a conseguir uma vaga na final de divisão.

O jogo será um duelo de duas equipes muito completas, mas que têm seus ataques como pilares do time, e até por isso pode-se esperar um duelo de muitos pontos.

Ataques

Ambos os ataques são liderados por grandes quarterbacks e candidatos a MVP. Pelo lado dos Saints, Drew Brees encerrou a temporada regular com 3.992 jardas, para 32 Tds
e 5 Int, e colecionou atuações incríveis durante toda a campanha. E ao lado de nomes como Michael Thomas, que teve 125 recepções, 1.405 jardas e 9 Tds na “Regular Season” e Alvin Kamara que somou 194 carregadas para 883 jardas e 14 Tds colocou o ataque dos Saints como um dos mais temidos da NFL.

O ataque dos Rams, porém, não fica atrás. Jared Goff teve números incríveis durante toda a temporada, mesmo tendo caído um pouco de rendimento na reta final, e produziu ao longo de seus primeiros 16 jogos na temporada, incríveis 4.688 jardas para 32 Tds e 12 Int, conseguindo se consolidar como um dos grandes Qbs da liga.

Já Todd Gurley, outro destaque desse ataque, teve 256 tentativas, 1.251 jardas e 17 Tds durante a temporada. O RB contribui muito com a unidade, que, em termos de pontos e jardas por jogo, foi a segunda melhor de toda a liga.

Entretanto, um diferencial interessante dos dois ataques pode ser a linha ofensiva, já que a dos Saints se mostrou melhor, cedendo apenas 20 Sacks em Brees, contra 33 permitidos pela linha de LA em Goff.

E analisando esses dois ataques, a única certeza que fica é que a partida será marcada por grandes jogadas, grandes atuações individuais, ( provavelmente vai ser um tiroteio!), e por isso a atuação das defesas pode ser o diferencial que vai determinar quem irá para o Super Bowl LIII, em Atlanta.

Defesas

Inegavelmente as defesas de Saints e Rams ficaram longe de estar entre as melhores da NFL durante a temporada regular, porém, ambas tem suas qualidades, tiveram bons momentos e cresceram na última rodada dos playoffs, que é quando mais importa.

Ambas contam com boas linhas defensivas, já que New Orleans teve 49 Sacks durante a temporada e Los Angeles 41. Porém, os Rams talvez tenham o melhor pass rusher da NFL, visto que Aaron Donald foi o líder da liga neste quesito com 20,5 sacks, e ainda contribuiu com 4 fumbles forçados – jogadores desse nível podem fazer a diferença na hora H. E felizmente para os torcedores de Los Angeles, o time conta com outras ótimas peças defensivas, como o linebacker Cory Littleton e o safety John Johnson.

Mas os Saints também tem os seus talentos defensivos. Cameron Jordan e Sheldon Rankins que tiveram 12 e 8 sacks, respectivamente, na temporada regular. Ótimos apressadores de passe que, aliados à força do linebacker Demario Davis e à estrela do herói da última semana, Marshon Lattimore, podem causar sérios problemas ao ataque dos Rams.

Chave para a vitória

New Orleans Saints

Para ter sucesso mais uma vez atuando em casa, é importante para os Saints colocar a bola na mão do gênio que é Drew Brees (Obviamente!), possivelmente o melhor QB da liga em janelas curtas, e oferecer a melhor proteção possível para ele. Mas isso, é claro, sem esquecer do jogo terrestre, que conta com ótimos jogadores como o supracitado Kamara e Mark Ingram.

Essa variação de jogadas por ar e terra podem ser importantes para o êxito de situações de play action, que sempre são alternativas e muitas vezes sinônimos de grandes jogadas. Além disso, é importante pressionar o quarterback adversário e principalmente parar o excelente jogo terrestre dos Rams, pois os Saints sabem muito bem o estrago que ele pode fazer.

Los Angeles Rams

Pelo lado dos Rams, mais uma vez é de extrema importância estabelecer o jogo terrestre com Todd Gurley e CJ Anderson, para com isso, controlar o relógio e deixar pelo maior tempo possível Drew Bress longe do campo. Além disso, o sucesso do jogo corrido pode dar ótimas oportunidades de passe em profundidade para Jared Goff, que vem devendo nas últimas semanas (Só não duvidem desse homem, já vimos o que ele pode fazer!), mas que se a defesa dos Saints estiver muito preocupada com as corridas e levar muito homens para a linha de Scrimmage podem dar oportunidades para Goff fazer a partida da sua vida.

Pelo lado defensivo é vital pressionar Drew Bress (pois se sem tempo ele já causa estragos, imagina com tempo) e para isso é fundamental que Aaron Donald esteja em um dia inspirado.

Os Rams teoricamente chegam como os azarões, mas se fizerem tudo que a cartilha da vitória desse jogo manda, podem ter uma chance de disputar o título daqui duas semanas.

Duelo de Mentes Ofensivas

Outro destaque da partida fica por conta dos técnicos das equipes: Sean Payton, dos Saints desde 2006 e campeão do Super Bowl XLIV, e Sean McVay, em sua segunda temporada como técnico principal dos Rams. Os treinadores são duas das principais mentes ofensivas do esporte, e são arquitetos, ano após ano de ataques incríveis, e que oferecem jogadas maravilhosas para todos aqueles que amam o futebol americano pelo mundo.

A bola sobe neste sábado (20), às 18h05 (Horário de Brasília), no Mercedes-Benz Superdome, valendo uma vaga no tão sonhado Super Bowl LIII.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: