Defesa anula o adversário, e Seahawks vence Minnesota Vikings

O Seattle Seahawks demorou para engrenar, mas fez um belo final de partida e saiu com a vitória sobre o Minnesota Vikings, por 21 a 7, no MNF desta segunda-feira (10), que encerrou a Semana 14. O triunfo, como você vê pelo marcador, teve grande participação da defesa dos donos da casa no CenturyLink Field. Só não foi ‘de zero’ porque teve uma relaxada no fim.

A vitória deixa Seattle mais confortável na briga pelo mata-mata via Wild Card – a NFC já foi conquistada pelo Rams -, com 8-5. Já Minnesota deixa escapar uma oportunidade de bater um adversário direto pela classificação e fica 6-6-1.

O jogo

A noite começou com três punts seguidos, só para o torcedor ter uma amostra do que seria a partida. A primeira pontuação aconteceu quando os donos da casa caminharam até a linha de 14 jardas do adversário, mas tiveram que se contentar com Sebastian Janikowski acertando o field goal. Drive frustrante.

Vários chutões depois, Seattle conseguiu uma boa campanha no finalzinho do primeiro tempo. O time chegou na linha de 1 jarda, em uma primeira descida. Porém, para evitar um sack que faria o ataque perder muitas jardas, Russell Wilson tentou se livrar da bola. O lançamento saiu sem força e Erick Kendricks fez a interceptação.

As defesas continuaram anulando os ataques. Janikowski foi o responsável por fazer o placar virar uma ‘goleada’ de 6 a 0, mas no esporte errado.

Indo para o tudo ou nada no último quarto, Kirk Cousins acertou um lindo lançamento para uma recepção mais bela ainda de Stephon Diggs. Os Vikings chegaram na linha de uma jarda e arriscaram na quarta descida. Contudo, Cousins tentou Kyle Rudolph e Bradley McDougald atrapalhou o tight end.

A jogada-chave veio com o melhor jogador da defesa dos Seahawks. Dan Bailey foi para o field goal, e o linebacker Bobby Wagner conseguiu um bloqueio crucial. Então, os comandados por Pete Carroll passaram a dominar. Wilson descolou uma corrida gigante antes de entregar a bola para Chris Carson entrar na end zone e finalmente marcar o primeiro touchdown do duelo.

Tentando inventar algo miraculoso no fim, Cousins acabou sackado e sofreu fumble forçado por Jake Martin. Justin Coleman recuperou a bola viva e correu para marcar o TD. Quando não valia mais nada, Dalvin Cook fez o de honra.

Foto: Instagram/Seahawks

Principais números

PASSANDO

MIN
K. Cousins
20-33, 208 YDS, 1 TD

SEA
R. Wilson
10-20, 72 YDS, 1 INT

CORRENDO

MIN
D. Cook
13 CAR, 55 YDS

SEA
C. Carson
22 CAR, 90 YDS, 1 TD

RECEBENDO

MIN
S. Diggs
4 REC, 76 YDS

SEA
T. Lockett
5 REC, 42 YDS

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: