Panthers dispensa o corredor CJ Anderson

O Carolina Panthers anunciou, nesta segunda-feira (12), que dispensou o veterano CJ Anderson do seu elenco. O corredor chegou à equipe na última offseason.

MAIS: Copper Kupp tem lesão confirmada e está fora da temporada

O general manager Marty Hurney comentou a decisão. “Quando assinamos com CJ, ele pensava que teria um papel maior do que teve. Mas Christian McCaffrey ocupou muito seu espaço no ataque e tomou as jogadas. Apenas achamos que isso (o corte) seria o melhor para todas as partes envolvidas”, declarou ao site da franquia.

De fato, o crescimento de McCaffrey pode ter feito a comissão técnica preterir o jogador de 27 anos, optando pelo segundo-anista, que agora é, sem dúvidas, peça fundamental para o ataque.

CJ, no entanto, praticamente não conseguiu mostrar seu potencial. O running back esteve em campo nos nove jogos da equipe na temporada, mas somou apenas 24 corridas (104 jardas) e 1 recepção (24 jardas), que resultou em um touchdown.

Mesmo com CMC voando, poucos torcedores entenderam o corte nos comentários do post feito pela equipe. Em 2017, o RB passou de mil jardas terrestres com a camisa do Denver Broncos.

Logo quando chegou, CJ Anderson ressaltou que poderia jogar junto com McCaffrey. “Eu e McCaffrey podemos nos ajudar de várias maneiras… seremos uma boa dupla”, comentou.

Contratação

Em contrapartida, o time preencheu o lugar no elenco. O nome é bem menos conhecido do que o jogador que saiu: Travaris Cadet. O RB jogou no ano passado pelo Buffalo Bills. Cadet tem poucas carregadas como profissional, são 49 em seis temporadas. O atleta de 29 anos foi mais utilizado recebendo passes e tem 6 touchdowns na carreira.

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: