Falcons controla o jogo e derrota o New York Giants no MNF

O Atlanta Falcons engatou a primeira sequência de duas vitórias seguidas na temporada 2018 da NFL na noite desta segunda-feira (22), pela Semana 7. O time sofreu pressão no fim, mas, de modo geral, segurou bem o resultado e bateu o New York Giants por 23 a 20 no Mercedes-Bez Stadium.

MAIS: NFL 2018: ESPN divulga transmissões da Semana 8

Agora, Atlanta fica com 3-4 na temporada, em terceiro na NFC Sul. Enquanto NY praticamente dá adeus à classificação, já que soma uma vitória e seis derrotas. A esperança segue viva porque os rivais da NFC Leste também não estão bem – o líder é o Washington Redskins (4-2).

O jogo

O duelo começou ótimo para quem gosta de ver as defesas dominando. As seis primeiras campanhas terminaram em punt. Como por baixo ninguém avançava nada, os ataques passaram a tentar mais o jogo aéreo no segundo quarto, o que deu resultado para um time, pelo menos.

Após muitos drives passando em branco, os Falcões fizeram duas big plays para conquistar as jardas necessárias para o touchdown. Matt Ryan acionou Austin Hooper e Marvin Hall com lançamentos longos e colocou seis pontos na conta – mais um com o XP de Giorgio Tavecchio.

 
 
 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

MARVIN. HALL. (via @nfl)

Uma publicação compartilhada por Atlanta Falcons (@atlantafalcons) em

Antes das equipes irem para o vestiário, Aldrick Rosas chutou no Y para diminuir, e Tavecchio acertou o field goal para deixar o placar em 10 a 3.

Os Gigantes voltaram bem agressivos para buscar a virada. Sterling Shepard conseguiu um grande progresso no campo e o ataque chegou perto do sonhado TD. Porém, o muro subiu e não deixou o time marcar na última jarda, mesmo tentando a quarta descida. O passe derradeiro de Eli Manning foi incompleto.

Começando com as costas na parede, o ataque ascendeu bem no campo. Mas Julio Jones soltou o kibe no fumble forçado por Janoris Jankins na sequência. Bola com NY, que conseguiu grande jogada com Manning passando para Odell Beckham Jr., mas, mais uma vez, frustrou o torcedor que esperava o TD. Rosas acertou mais um FG.

No último período, Atlanta quis liquidar o jogo e conseguiu. Tavecchio acertou um field goal de 50 jardas, a defesa forçou mais um punt e o ataque chegou a mais um TD. Julio Jones apareceu bem, mas quem marcou foi Tevin Coleman, com a maior corrida da partida. Isso gastando bem o relógio.

Manning voltou a campo para tentar um milagre. Apagado até aqui, Saquon Barkley apareceu bem nesse final, principalmente nas recepções. Odell também foi crucial na campanha, mas foi a corrida de Barkley que garantiu o touchdown que deixou o time vivo. Em uma decisão difícil de entender, com o placar 12 a 20, os visitantes foram para a conversão de 2 pontos e falharam.

Com a posse, o calouro Calvin Ridley começou a ser alvo de Ryan e correspondeu. O novato moveu as correntes em um momento importante, e Georgio Tavecchio acertou um chute de 56 jardas.

Restando pouco tempo, o ataque avançou e marcou, mas perdeu muito tempo até o TD de Odell Beckham e a conversão de Saquon Barkley.

 

Principais números

PASSANDO

NYG
E. Manning
27-38, 399 YDS, 1 TD

ATL
M. Ryan
31-39, 379 YDS, 1 TD

CORRENDO

NYG
S. Barkley
14 CAR, 43 YDS, 1 TD

ATL
T. Coleman
11 CAR, 50 YDS, 1 TD

RECEBENDO

NYG
S. Shepard
5 REC, 167 YDS

ATL
J. Jones
9 REC, 104 YDS

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: