BFA 2018: Portuguesa bate Steamrollers e conquista primeira vitória

Por Caio Souza, no Parque São Jorge – Em uma noite fria na Zona Leste de São Paulo, tivemos clássico paulista na BFA 2018, entre Portuguesa FA e Corinthians Steamrollers. Ambas as equipes vinham em busca do primeiro triunfo na primeira divisão do Brasileiro, neste sábado (11), e foi a Lusa quem saiu vitoriosa, pelo placar de 36 a 10.

O jogo

No primeiro lance de jogo, o QB Rivelles, do Steam, mostrou que estava inspirado e fez um belo passe longo para o camisa 87. Porém, mesmo começando bem, o time alvinegro não conseguiu pontuar, tendo errado uma oportunidade de Field Goal.

As defesas continuaram dominando, mas o time da Portuguesa soube quebrar a marcação adversária, após passe rasante de Catullo pelo meio da defesa para o TE Ximenes fazer a recepção tranquila, abrir espaço e o placar 7 a 0.

No segundo quarto, o ataque da Lusa esquentou e ampliou, com Catullo lançando no fundo da grande área para o camisa 8, Domingues. Só que não era apenas o ataque que pontuava, após uma blitz a defesa lusitana forçou um Safety, 16 a 0.

Enquanto a defesa da Portuguesa estava pontuando, o setor defensivo do Corinthians não conseguiu parar o adversário. Em outro lance que o time deixou o recebedor da Lusa sozinho, a equipe acabou sofrendo o TD, 23 a 0.

Mas o Steamrollers diminuiu o placar, com uma linda jogada do Running back Henrique, camisa 6, que fez a recepção na lateral direita, se livrou da marcação, correu para o lado esquerdo e só parou na End Zone, anotando um lindo TD. Além do touchdown, a equipe alvinegra anotou dois pontos na conversão 23 a 8.

Na volta do intervalo, a Lusa mostrou que não daria espaço para uma reação do adversário. Em uma campanha relâmpago a equipe ampliou o placar, 29 a 8. No extra-point, o kicker acabou sendo bloqueado, a equipe da casa recuperou a bola e finalizou na end zone para conseguir os dois pontos, 29 a 10.

Mesmo com o esforço corintiano, a equipe não conseguiu parar o time do Canindé na última etapa, sofrendo ainda mais um TD terrestre com Murilo, 36 a 10, assim, decretando a primeira vitória do campeão paulista na BFA.

Entrevista com o WR Domingues

Domingues explica a diferença entre a partida contra o Flamengo, que foram derrotados, e a vitória dominante contra o rival. “O FA exige muito estudo e está em constante mudança. Nesta partida a gente se preparou melhor, estávamos prontos. O time se divertiu jogando, além de conseguir executar as jogadas. Na parte técnica, nós evoluímos muito e concertamos os erros do jogo contra o Flamengo”, declarou ao NFL à Brasileira.

O recebedor foi bastante acionado durante a partida pelo Qb Catullo, o que, segundo ele, foi uma estratégia. “Gostamos de estudar os buracos que a defesa adversária dá. O Corinthians gostava de ficar na secundária, em segundas e terceiras para TD. Então, o Catullo me acionou, por causa da altura e técnica”, explicou.

Finalizando a entrevista, o recebedor contou na sua visão como a Lusa pode evoluir para os próximos jogos. “A gente quer sempre estar evoluindo! Você não pode esperar os mesmo resultados fazendo as mesmas coisas. Precisamos ter novas estratégias, a BFA é um campeonato corrido, temos uma semana antes de preparação para o jogo seguinte. Então, iremos tirar o melhor proveito da semana para estudar e treinar”, encerrou.

Foto: Ronaldo Barreto/NFL à Brasileira

Atletas e veículos de comunicação: Para adquirir mais fotos deste jogo, faça um orçamento entrando em contato conosco pelo e-mail [email protected], pelas redes sociais FacebookTwitter e Instagram ou diretamente com o fotógrafo pelo Instagram. A utilização destas já postadas nesta matéria é de uso livre – claro, com os devidos créditos, RONALDO BARRETO/NFLÀBRASILEIRA.

%d blogueiros gostam disto: