Garoppolo assina com 49ers o maior contrato da história da NFL

As atuações com a camisa do San Francisco 49ers foram poucas, mas Jimmy Garoppolo impressionou mesmo a franquia. Nesta quinta-feira (8), o quarterback assinou um novo contrato com o time, por cinco anos. O valor: 135,5 milhões de dólares, segundo a NFL Network.

As cifras ultrapassam o vínculo de Matthew Stafford, que assinou com o Detroit Lions, no ano passado, um acordo de 135 milhões de dólares. Agora, Garoppolo é o mais bem pago da história da NFL, recebendo anualmente, em média, 27,5 milhões de dólares. (Na NFL, o jogador não recebe o mesmo salário todos os anos, o valor varia para se adequar ao teto salarial; este valor anual não foi divulgado)

Leia mais: Famosos comemoram título do Philadelphia Eagles

Após algum tempo, tudo indica que os Niners, enfim, encontraram seu ‘franchise quarterback’.

San Francisco adquiriu o jogador em uma troca com o New England Patriots, em outubro de 2017, por uma escolha de segunda rodada do Draft 2018. Com Jimmy de titular, a equipe ganhou cinco partidas e não perdeu nenhuma. Não apagou o vexame que foi a temporada, mas deu esperanças ao torcedor.

Jimmy Garoppolo, de 26 anos, foi selecionado pelo Patriots na segunda rodada do Draft 2014. Mesmo entrando em poucas oportunidades, já que seria impossível vencer a concorrência de Tom Brady no time, o camisa 10 sempre chamou a atenção e teve boas atuações.

Seus números em seus seis primeiros jogos em San Francisco (cinco como titular) são: 120/178 de passes certos (67.4%), para 1560 jardas e 7 touchdowns, com cinco interceptações. Garoppolo também anotou um TD correndo.

NOVIDADE: Agora, você pode ficar por dentro de todo o conteúdo do NFL à Brasileira. Pelo computador, tablet ou celular, clique no ‘sino’ no canto inferior direito da sua tela e se inscreva para ativar as notificações. A cada notícia importante, você receberá uma mensagem. Você pode desativar a qualquer momento.

Foto: Instagram/49ers

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: