Entenda o FA: Rotas dos recebedores no futebol americano

Dentro de um campo de futebol americano, o jogador que talvez protagonize os lances mais plásticos são os recebedores. ‘Catches’ com apenas uma mão, recepções que parecem impossíveis, dribles e corridas incríveis depois de agarrar a bola, tudo isso faz parte do repertório dos grandes Wide Receivers da NFL.

MAIS ENTENDA O FA: Posições e funções do futebol americano

[sociallocker id=”5114″]

O que os mais iniciantes não veem é o trabalho desses atletas antes de receber a bola passada pelo quarterback: são as rotas. Antes do snap, cada receiver do ataque precisa saber o caminho pré-determinado pelo livro de jogadas do time e pelo coordenador ofensivo que chama a jogada. Basicamente, são 9 tipos de rotas (fora algumas variações e combinações) que os jogadores percorrem, e o Entenda o FA, do NFL à Brasileira, explica quais são elas:

Flat

A rota mais curta. O recebedor dá apenas dois passos à frente e se vira em direção à lateral do campo. Bem rápido. Em alguns casos, running backs que são bons em receber passes podem, eventualmente, serem usados nessa rota.

A flat também é considerada uma válvula de escape caso o QB não encontre ninguém desmarcado. É eficiente em marcações mano a mano ou quando o time precisa parar o relógio saindo pela lateral com a bola.

Slant

Também uma rota curta, a slant, para ser eficiente, precisa ser executada rapidamente, e o lançador tem que pensar rápido. É muito usada atualmente, por conta do baixo risco de turnover e porque dá um bom ganho de jardas quando feita corretamente.

O WR corre duas ou três jardas para frente e corta para o meio do campo em um ângulo de 45°, seguindo na diagonal. É eficiente quando os marcadores estão longe, mas exige muita sintonia entre lançador e recebedor.

Comeback

O recebedor corre cerca de 7 jardas (até mais) e corta se virando para trás e para fora, com o ângulo de 45°. Essa rota é boa quando o cornerback está marcando um pouco mais de longe e fica sem tempo para retornar junto com o WR. Se a defesa estiver em uma Cover 1 (um safety mais recuado cobrindo o fundo), ela será eficiente.

Claro, o timing é extremamente importante mais uma vez. Assim que o recebedor se virar, a bola já precisa estar viajando em sua direção. Caso contrário, se demorar uma fração de segundo, é o tempo da marcação perceber a jogada e impedi-la.

Curl

Assim como na comeback, são 7 jardas ou mais em frente e um corte para trás, mas, aqui, ele se vira para dentro. Mais uma vez, o tempo de bola tem que ser perfeito.

Com um entrosamento em dia entre QB e WR, é bem difícil a marcação impedir essa jogada.

Out

Mais uma rota usada quando o time precisa controlar o cronômetro. Aqui, as chances de uma intercetapção aumentam, pois os recebedores precisam fazer o corte perfeitamente no tempo. Dependendo da equipe (cada uma a usa de um jeito em seu livro de jogadas), o receiver corre 10/15 jardas em linha reta e se vira, bruscamente, para fora, em 90°. Há uma variação, a ‘Quick out’, onde o atleta corre 5 jardas.

É usada quando o time precisa de mais jardas e, como falei acima, está com pouco tempo no relógio. Para dar certo, além do passe extremamente preciso, há a necessidade de o marcador ‘comprar’ uma rota mais longa e achar que o WR irá até o fim do campo.

Dig/In

O contrário da Out (fora), a In (dentro) corta para o meio do campo. Além da precisão, o lançador tem que passar a bola nessa rota com força, já que o meio é mais congestionado e há um risco maior.

É eficiente quando os linebackers não recuam muito ou fazem a pressão no QB (aí, a linha ofensiva precisa se virar para dar tempo da jogada acontecer). Funciona contra uma Cover 2 em zona.

Corner

O recebedor avança 10/12 jardas em frente e muda a direção para a diagonal, em direção à lateral do campo. Executada bem, rende um grande ganho de jardas.

Aqui, a precisão do quarterback é essencial (sem novidades). O receiver precisa ser ágil para tentar enganar a marcação e não dar a entender que fará essa rota.

Post

‘Espelho’ da Corner, a rota Post consiste em fazer o mesmo movimento, mas para dentro do campo. Muito usada nas jogadas em que o ataque está perto da endzone adversária.

Assim que os recebedores cortarem para o meio e se livrarem da marcação, o passe precisa sair por cima dos linebackers e acertar o alvo.

Go/Fly

É em frente toda a vida. Utilizada por recebedores mais rápidos do futebol americano, o conceito da rota Go é esticar o campo. É bem arriscada para o quarterback e, apesar de ser fácil de executar (não há um corte brusco), é difícil enganar o marcador.

É nessa jogada onde acontecem as faltas por interferência de passe, por conta do longo tempo correndo e da marcação em cima. Você pode ouvir essa rota como ‘Seam’, que é quando o recebedor no slot (mais próximo da linha ofensiva do que da lateral)

Outras

Você que joga Madden vê ainda mais rotas e os ‘route concepts’ (conceitos de rotas/passes). A ‘Crossing’, por exemplo, é aquela que o jogador cruza por trás da linha defensiva adversária.

A ‘Scissor’ (tesoura) é uma combinação das rotas Corner e Post. Ela confunde o safety porque ele precisa decidir qual recebedor marcará.

Na ‘Rub’, os jogadores se cruzam já na saída para a rota, quase na linha de scrimmage. Confunde cornerbacks e o nickel (marca o jogador no slot) que estão na jogada.

É isso por hoje. Dúvidas e sugestões de novos ‘Entenda o FA’? Entre em contato pela fanpage do NFL à Brasileira no Facebook ou envie email para [email protected]

[/sociallocker]

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: