Panthers não dá chances ao Dolphins e vence mais uma

O Miami Dolphins até tentou, mas o esforço durou muito pouco tempo e o Carolina Panthers saiu com a vitória (sua sétima em 10 jogos) por 45 a 21, na noite desta segunda-feira (13), no encerramento da rodada 10 da NFL. No Bank Of America Stadium, em Chartlotte, Cam Newton esteve inspirado e foi difícil parar a versatilidade do ataque dos donos da casa. A defesa também fez sua parte e praticamente anulou o adversário.

MAIS: Transmissões da Semana 11 da NFL

O jogo

Os visitantes começaram com a posse de bola e conseguiram manter o ataque em campo por 3 minutos. O número seria bom se o ataque tivesse avançado bem, mas parou na metade do campo e teve que dar o chutão, assim como o rival na jogada seguinte. Mais um punt dos Dolphins e Carolina finalmente abriu o placar com o chute de Graham Gano.

O jogo terrestre dos Panthers começou a funcionar, mas Cam Newton ainda sofria para ganhar jardas com os passes que seus recebedores dropavam. Em uma jogada de leitura, Christian McCaffrey ficou com a bola, deu um belo drible no marcador e correu para a endzone.

Miami respondeu logo em seguida, para tentar deixar a desvantagem menor antes do intervalo. Conseguiram o touchdown no passe de Jay Cutler para Julius Thomas. Com o time ofensivo em campo, Carolina não conseguiu muita coisa e deu o punt. O problema para os Golfinhos é que Luke Kuechly leu muito bem uma tentativa de passe de Cutler e fez uma grande interceptação – sua terceira na temporada. A posse foi capitalizada no TD de Ed Dickson.

No terceiro período, os visitantes ainda pareciam atordoados. Newton castigava a defesa do Dolphins com leituras, passes e corridas pelo meio da linha, tanto com McCaffrey como com Jonathan Stewart. Devin Funchess recebeu passe de 28 jardas e aumentou a vantagem.

Empurrado pela torcida os Panthers não queriam parar. Forçaram um ‘turn over on downs’ (quando o time não consegue avançar mesmo arriscando uma quarta descida) de Miami no meio do campo e, apenas 4 snaps depois, Cameron Artis-Payne entrou na área do adversário para colocar uma vantagem de 24 pontos.

Kenyan Drake, com uma corrida espetacular, tentou colocar fogo na partida e anotou um TD de 66 jardas. No entanto, do outro lado, o ataque dos Panthers mostrou muita versatilidade e uma arma que é difícil de parar: a corrida de Cam Newton. O camisa 1 tirou da cartola uma corrida impressionante de 69 jardas e, no final da campanha, passou para McCaffrey fazer mais um. Com um quarto ainda para se jogar, o duelo já estava definido.

Em ritmo de treino, Funchess recebeu mais um passe para deixar o placar ainda mais elástico. Ah, Jarvis Landry marcou um TD mais inútil do que o gol do Oscar no fatídico dia.

11ª rodada

O Carolina Panthers folga na próxima semana, enquanto o Miami Dolphins visita o Tampa Bay Buccaneers, no domingo (20), às 16h, em jogo que foi adiado da primeira rodada.

Confira as classificações da AFC Leste e NFC Sul

Principais números

Panthers

QB Cam Newton: 21/35 de passes certos para 254 jardas e 4 touchdowns; 5 corridas para 95 jardas
RB Christian McCaffrey: 5 corridas para 23 jardas e 1 TD; 3 recepções para 27 jardas e 1 TD
Defesa: 6 passes desviados, 1 int

Dolphins

QB Jay Cutler: 22/37 de passes certos para 213 jardas, 2 TDs e 1 int.
RB Kenyan Drake: 7 corridas para 82 jardas e 1 TD

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: