BFA comunica a exclusão do Santos Tsunami

A liga BFA (Brasil Futebol Americano) informou, na noite deste domingo (3), a exclusão do Santos Tsunami da competição. Em comunicado, a direção do torneio explicou os motivos.

Leia mais: Brock Osweiler retorna ao Denver Broncos

Confira a nota:

RESPONDA A PESQUISA SOBRE NFL/FUTEBOL AMERICANO NO BRASIL NO FIM DESTA MATÉRIA

Sobre a equipe do Santos Tsunami e a BFA:
A equipe do Santos, após muita insistência, foi a última a enviar seus dados para cadastro na BFA;
Após muita insistência novamente, foi a última equipe a inscrever jogadores para a disputa da BFA;
A equipe não inscreveu jogadores na segunda janela de inscrições;
A equipe não se preocupou com as condições mínimas para realizar seu primeiro jogo em casa, dia 19 de agosto, em Santos, contra o Sada Cruzeiro;
A equipe colocou em campo jogadores irregulares na partida do dia 2 de setembro, contra o Patriotas, no Rio de Janeiro.
Entendemos que a equipe do Santos Tsunami, na figura dos responsáveis pela sua organização, não demonstrou qualquer interesse em colaborar com o bom andamento da BFA.
Seguindo o que está previsto no Regulamento, por colocar em campo jogadores não inscritos, a equipe está suspensa da BFA 2017 e impedida de participar da BFA 2018. Com isso, não haverá equipe rebaixada na conferência Sudeste.
Esperamos que casos similares não ocorram mais na BFA. Contamos com a colaboração de todas as outras 29 equipes para que, juntos, façamos um campeonato de qualidade, tanto dentro de campo como fora dele.
Afinal, a BFA é um campeonato organizado pelos times.

Como diz a nota, a equipe paulista não poderá atuar na liga em 2018. Em 2017, a equipe disputou duas partidas, contra Patriotas e Sada Cruzeiro, e não havia vencido. O Tsunami ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Responda essa pesquisa para sabermos como anda o crescimento do FA e da NFL no Brasil:

Ronaldo Barreto

Jornalista formado desde 2016, mas já trabalhava na área desde 2010, quando comecei em uma rádio comunitária em Guarulhos. Fui repórter (estagiário) na Federação Paulista de Futebol (FPF) e no site do jornal Diário de S. Paulo. Neste último, fui efetivado em 2016 e passei a ser o responsável por todo o conteúdo do portal do veículo em 2017, além das redes sociais. Com o intuito de fazer o futebol americano crescer ainda mais no Brasil, criei a página NFL à Brasileira, que se expandiu para este site de notícias sobre o esporte. Além da escrita, sou muito ligado à fotografia, principalmente de esportes.

%d blogueiros gostam disto: